Saiba Porque Nossas Pernas Incham, como Cuidar e Prevenir!

Chegar em casa no final do dia e sentir as pernas inchadas e doloridas é a rotina de muitas pessoas, principalmente à medida que envelhecemos. Isso pode não ser motivo de preocupação, mas é preciso prestar atenção nas causas para saber como proceder caso algo mais sério aconteça. 

Pensando nisso, separamos algumas causas que podem fazer as suas pernas ficarem inchadas e doloridas, além de dicas para prevenir-se!

  • Má Circulação nas Veias

É a causa mais comum de inchaço nas pernas, surgindo geralmente no final do dia. A má circulação é um processo natural que surge devido ao envelhecimento das veias, as quais se tornam menos capazes de bombear o sangue e o líquido retido se acumula em excesso nos pés e pernas. Embora não provoque dor, pode causar desconforto.

Nesse caso, para aliviar o inchaço, é recomendado elevar as pernas acima do nível do coração. Ainda, fazer uma leve massagem desde os pés até o quadril ajuda o sangue a voltar ao coração. 

  • Torção e Outras Lesões

Qualquer lesão ou pancada pode provocar um inchaço. Em situações como essa, os ligamentos do tornozelo e do pé são alongados em excesso, causando uma inflamação e o inchaço. Essa retenção de líquido é acompanhada de dor intensa, manchas roxas e dificuldade para caminhar ou movimentar o pé. 

Para aliviar as dores, recomenda-se colocar gelo no local logo após a lesão, enfaixar o tornozelo e dar descanso para o pé, evitando praticar esportes ou caminhar muito tempo, por pelo menos duas semanas. Ainda, colocar o pé em uma bacia com água quente e depois trocar, colocando na água gelada, ajuda a desinchar rapidamente.

  • Problemas Linfáticos

Os linfedemas, linfangites e erisipelas acometem os vasos linfáticos, causando o inchaço nas pernas. O linfedema ocorre quando a linfa corporal se acumula nos tecidos moles do corpo. A linfangite é uma infecção de um ou mais vasos linfáticos causada, habitualmente, por estreptococos. Já a Erisipelas é uma infecção da camada superficial da pele que provoca feridas vermelhas, inflamadas e dolorosas, ela dissemina-se pelos vasos linfáticos e atinge o tecido subcutâneo e gorduroso.

  • Trombose

Esse problema acontece quando um coágulo entope uma das veias da perna e o sangue não consegue regressar adequadamente ao coração, acumulando-se nas pernas, pés e tornozelos. Outros sintomas como dor, sensação de formigamento, vermelhidão intensa e até febre baixa podem aparecer em casos de Trombose.

Caso haja suspeita de trombose é preciso ir rapidamente ao pronto-socorro para iniciar o tratamento com anticoagulantes, a fim de evitar que seja transportado para outros locais como o cérebro ou o coração, podendo causar um infarto ou AVC.

  • Distúrbios dos Eletrólitos

Sempre que os principais eletrólitos no corpo humano (sódio, potássio, cálcio, magnésio, cloro, fosfato, sulfato, bicarbonato, entre outros) não estejam dentro das taxas fixas necessárias para que possam exercer normalmente suas funções, podem levar ao acúmulo de fluidos no organismo, o que dilui o sódio no sangue. 

As principais causas para essa condições incluem, também, alguns fatores de estilo de vida, como: Problemas de coração, rim e fígado, como insuficiência cardíaca congestiva e certas doenças renais e hepáticas.

  • Uso de Medicamentos

Uso de medicamentos que alteram o metabolismo do cálcio como o Anlodipino, usado para o tratamento da pressão alta, também podem causar edemas importantes nas pernas.

Essas são apenas algumas das causas do inchaço nas pernas. Assim, é importante prestar atenção se as pernas inchadas e doloridas estão em um nível muito alto. Caso o problema persista, faça uma avaliação com um médio. 

Já preparou seu check-up esse ano? O Castedo Instituto Vascular está à disposição de todos os pacientes, proporcionando cada vez mais saúde, bem-estar e qualidade de vida. Possuímos atendimento especializado em tratamentos vasculares e estética vascular. Fale conosco!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *